RED Trio celebra 10 anos no Maria Matos


[Fotografia: Vera Marmelo]

O RED Trio faz dez anos de vida e, em jeito de celebração, vai levar ao Teatro Maria Matos um espectáculo especial. O grupo de Rodrigo Pinheiro (piano), Hernâni Faustino (contrabaixo) e Gabriel Ferrandini (bateria) vai convidar vários músicos que formarão uma “Celebration Band“. O concerto terá lugar no dia 10 de Fevereiro e o contrabaixista Hernâni Faustino fala-nos sobre esta festa de aniversário.

 

O RED Trio faz dez anos, como vês este percurso?
É incrível pensar que o RED Trio já fez dez anos de existência! Quando começámos a tocar nunca pensámos passar por todas as experiências que temos vivido: concertos pelo mundo inteiro (de Nova Iorque a Moscovo), vários discos e várias colaborações com músicos incríveis. Foram dez anos de muito trabalho em que o grupo mudou radicalmente e em que cada um de nós individualmente também o fez.

Podes explicar o que vai acontecer no concerto do Maria Matos?
Iremos convidar vários músicos portugueses e alguns estrangeiros que têm colaborado connosco ao longo destes dez anos de existência e outros com quem ainda não trabalhámos que gostaríamos de o fazer. Iremos apresentar três composições, uma por cada elemento do RED Trio.

Poderemos contar com mais dez anos de RED Trio? Já há ideias de futuros discos, colaborações, etc.?
Pensamos que sim! Queremos voltar ao formato do trio e desenvolver coisas novas na nossa música. Em 2017 tivemos a possibilidade de tocar em quinteto com o Axel Dörner e o Mattias Ståhl e foi bastante positivo e enriquecedor, e este é um formato que queremos manter. Este ano estamos na SHAPE Platform e certamente novos desafios irão surgir, teremos outras possibilidades para tocar a nossa música e novas colaborações poderão aparecer.