Serralves apresenta integral de “Naldjorlak” de Éliane Radigue

Serralves vai apresentar o ciclo integral de “Naldjorlak” de Éliane Radigue, numa estreia em Portugal. A obra da compositora francesa será interpretada por Charles Curtis, Carol Robinson e Bruno Martinez. A peça de Radigue será apresentada no dia 21 de Abril nas Galerias do Museu, a partir das 17h00: “Naldjorlak I (para violoncelo solo)” (às 17h00); “Naldjorlak II (para dois for two basset horns)” (às 18h00); e “Naldjorlak III (para dois basset horns e violoncelo)” (às 19h00). Recorde-se que em 2015 o trompetista Nate Wooley interpretou uma peça de Radigue na ZDB.

Programa completo do Out Jazz 2018

Acaba de ser apresentada a programação completa do ciclo Out Jazz. É pena que a programação se esteja a afastar do jazz que lhe dá título, para se confundir com groove, soul e funk. É também pena que uma nova geração criativa de jazz português, em plena fase de afirmação, esteja a passar ao lado deste e de outros cartazes, em favor de outras propostas que nada têm de jazz ou improvisação. Contudo, destacam-se no programa ainda algumas propostas relevantes, como Trisonte, Eduardo Cardinho, Hugo Antunes e Federico Pascucci. Aqui fica o programa completo.

Siga A Forma do Jazz no Facebook!

 

As últimas músicas no Maria Matos


Joana Gama, Marco Franco e Tiago Sousa

Acaba de ser anunciada a programação para o último ciclo de música no Teatro Maria Matos tal como o conhecemos. Estes são os últimos concertos programados por Pedro Santos, que vai transitar para a nova equipa da Culturgest. Serão apresentadas cinco propostas nacionais ligadas ao jazz e à improvisação: no dia 5 de Maio o guitarrista Filho da Mãe apresenta o novo “Água-má”; a 18 de Maio actua o trio Marco Franco, Joana Gama e Tiago Sousa (“Música para piano, harmónio e dulcitone”); a 15 de Junho há um concerto de celebração dos 35 anos do disco “Belzebu” dos Telectu (com a morte de Jorge Lima Barreto em 2011, Vítor Rua convidou António Duarte para reactivar o histórico projecto); nos dias 19 e 20 de Junho actua o baterista Gabriel Ferrandini (que regressa após o sucesso de “Tudo Bumbo”); e a 24 de Junho o duo Joana Sá e Luís José Martins estreia o espectáculo “Paixão e folia para São João”. A informação completa sobre os espectáculos e bilhetes está no site do teatro.

Entrevista: Susana Santos Silva

[Fotografia: Márcia Lessa]

Natural do Porto, a trompetista Susana Santos Silva tem sido uma das grandes forças criativas do jazz português contemporâneo. Integrou a Orquestra Jazz de Matosinhos durante duas décadas, actuando e gravando com figuras como Lee Konitz, Carla Bley, Maria Schneider,  John Hollenbeck, Kurt Rosenwinkel e Joshua Redman, entre outros. Em 2011 editou o seu disco de estreia como líder, “Devil’s Dress”, e desde então vem alimentando uma discografia rica, na qual se avolumam parcerias com músicos internacionais. Em simultâneo, foi também fundadora e dinamizadora da Porta-Jazz, a associação responsável pela actual vitalidade do jazz no Porto. Mudou-se recentemente para a Suécia e vem tocando por toda a Europa, explorando a sua música aberta, entre o jazz e a improvisação.  Continue reading “Entrevista: Susana Santos Silva”

Há jazz em Ovar

Children of the Light

Vem aí um novo festival. A primeira edição do Ovar em Jazz realiza-se entre os dias 19 e 22 de Abril e terá por palco o Centro de Arte de Ovar. O grande destaque do programa é o trio Children of the Light, dos pesos-pesados Danilo Perez, John Patitucci e Brian Blade (dia 21). O festival apresenta ainda actuações do trio Azul de Carlos Bica (dia 20) e da Big Band Júnior (espectáculo “Abraça Sassetti”, dia 22). Somam-se ainda dois concertos no Bar do Centro de Arte: Big Band do Conservatório de Música de Aveiro e Phantom Trio (entrada livre). Além dos concertos, este novo festival apresenta também oficinas de improvisação, jam sessions e masterclasses.

Susana China leva “Trapézio” ao Teatro do Bairro

[Fotografia: Mariana Seiça]

Susana China vai apresentar-se ao vivo em Lisboa. A cantora vai apresentar o seu disco de estreia, “Trapézio“, no Teatro do Bairro no dia 26 de Maio (sábado). A cantora estará acompanhada por um grupo que reúne jovens talentos da cena jazz nacional: Guilherme Pinto (guitarra), Gonçalo Moreira (piano), Ivan Silvestre (saxofone), José Carlos Barbosa (contrabaixo), Guilherme Melo (bateria) e Constança Ochoa (voz).

Disco: “Ellipse” de Stefano Travaglini

Stefano Travaglini
“Ellipse”
(Notami Jazz, 2017)

O italiano Stefano Travaglini começou por se afirmar como versátil multi-instrumentista (piano, oboé e baixo). Estreou a sua discografia com o disco “The Hungarian Songbook” em 2013 (reinterpretação de canções folk da Europa de Leste) e actualmente distribui a sua energia pelos projectos Daydream Trio (com Giacomo Dominici e Marco Frattini) e The Journey Duo (com o saxofonista Manuel Trabucco). Agora, aventura-se num arriscado disco de piano solo. Travaglini lança-se numa empreitada musical que atravessa fronteiras estilísticas, percorrendo o jazz, a música clássica e a improvisação. Além das improvisações e das composições originais, o italiano revisita “Monk’s Mood” (Thelonious Monk) e o standard “Softly, as in a morning sunrise” (de Sigmund Romberg e Oscar Hammerstein II). (…)

Texto completo no site Bodyspace:
http://bodyspace.net/discos/3297-ellipse/

Jazz im Goethe-Garten já tem datas

Acabam de ser anunciadas as datas para a 14.ª edição do Jazz im Goethe-Garten: o festival de jazz do Goethe-Institut realiza-se entre os dias 3 a 13 de Julho de 2018. Como sempre, o jardim do Goethe-Institut, em Lisboa, será palco das novas tendências do jazz e da música improvisada europeia. A programação, da responsabilidade de Rui Neves, será apresentada em Maio.

Improvisação na ZDB

Otomo Yoshihide

A Galeria ZDB em Lisboa continua a alimentar uma programação vastíssima e não faltam propostas ligadas ao jazz e à música improvisada para os próximos tempos. No dia 19 de Abril actua o duo japonês Taku Sugimoto & Minami Saeki, com primeira parte de Sã Bernardo (projecto de Bernardo Álvares a solo). A 3 de Maio actua o novo Lisbon Berlin Quartet, que resulta do encontro do pianista Rodrigo Pinheiro (no piano eléctrico Fender Rhodes) com o já existente trio de Luís Lopes (guitarra), Robert Landfermann (contrabaixo) e Christian Lillinger (percussão). E a 29 de Maio é a vez da dupla Otomo Yoshihide (gira-discos) & Chris Pitsiokos (saxofone). A informação completa sobre bilhetes, preços e reservas está no site oficial.