Vem aí super-quarteto: Ferrandini / Parker / Sandell / Dörner


[Fotografia: Márcia Lessa]

O baterista Gabriel Ferrandini vai estrear um novo quarteto, um super-grupo que junta gigantes da improvisação europeia. A acompanhar Ferrandini estarão Evan Parker (saxofones), Sten Sandell (piano) e Axel Dörner (trompete). O quarteto apresenta-se ao vivo em Portugal em duas datas: no dia 10 de Maio no Teatro Viriato, em Viseu, e no dia 11 na Culturgest, em Lisboa (ciclo “Isto é jazz?”​, ​comissariado por Pedro Costa).

Entrevista: Andy Sheppard

[Fotografia: Márcia Lessa]

Com uma já longa carreira durante a qual tocou com meio mundo nos domínios do jazz e da música improvisada, dela constando uma reincidente colaboração com Carla Bley, Andy Sheppard vive desde Setembro do ano passado em Portugal, entre Mafra e a Ericeira. Trouxe-o uma história de amor e o divórcio entre a Inglaterra e a Europa resultante do Brexit e por cá tem tocado com músicos portugueses e ganho vontade de alargar essas parcerias. Na Festa do Jazz deste ano apresenta uma “masterclass” que, decerto, mais aprofundará a sua ligação com a cena nacional. Estivemos à conversa com ele.  Continue reading “Entrevista: Andy Sheppard”

Big Band Júnior homenageia Sassetti

Bernardo Sassetti

A Big Band Júnior, orquestra-escola de jazz da parceria CCB/Hot Clube, editou no ano passado o belo disco “A Lua Partida ao Meio”. Agora a BBJ prepara-se para homenagear a música do pianista Bernardo Sassetti com um concerto especial no Teatro São Luiz. No dia 8 de Abril a BBJ vai apresentar um espectáculo exclusivamente dedicado à interpretação de temas de Sassetti, com a participação de três convidados especiais: os pianistas Filipe Raposo e Inês Laginha e a cantora Rita Maria.

Jazz regressa a Portalegre em Abril

Bill Frisell & Thomas Morgan

Vem aí a 15ª edição do Portalegre Jazzfest, que este ano se realiza de 26 a 28 de Abril. Com um programa diversificado, o festival do Alto Alentejo vai apresentar as seguintes propostas: Angles3 (dia 26, 21h30); Bill Frisell & Thomas Morgan (27, 21h30); Ricardo Toscano Quarteto (28, 21h30); Slow Is Possible (28, 22h30); e The Rite of Trio (27 e 28, 23h30). Nas três noites de festival, depois dos concertos, há ainda a actuação de Birdzzie. Como sempre, o festival terá lugar no Centro de Artes e Espectáculos de Portalegre.

Vem aí uma nova Festa do Jazz (e não vai ser no São Luiz)

Eduardo Cardinho

A Festa do Jazz chega à sua 16ª edição deixando o Teatro São Luiz, a sua casa de sempre. A nova Festa realiza-se entre os dias 22 e 25 de março e passa a ser organizada exclusivamente pela Associação Sons da Lusofonia. Com direcção artística de Carlos Martins, a festa terá agora lugar no Museu de História Natural e Ciência (concertos) e no Conservatório Nacional (concurso de escolas, showcases e jam sessions).

Pela Festa do Jazz irão passar projectos como João Barradas Trio, The Rite of Trio, Eduardo Cardinho Quarteto, trio Rodrigo Amado / Hernâni Faustino / Harris Eisenstadt (em estreia mundial), João Paulo Esteves da Silva Trio (que gravou o brilhante “Brightbird“) e o novo projecto Centauri de André Fernandes, entre outros. Não faltará também o habitual concurso das escolas de jazz. Aqui fica o programa completo da nova Festa.

Sexta, 23 Março
21h30 João Barradas Trio / The Rite of Trio / PLINT (Museu)

Sábado, 24 Março
14h00 Jazz e Género: uma conversa aberta (Conservatório)
15h00-19h30 Encontro Nacional de Escolas de Música (Conservatório)
17h00 Eduardo Cardinho Quarteto (Museu)
18h30 Rodrigo Amado / Hernâni Faustino / Harris Eisenstadt (Museu)
21h00-23h30 Showcases Escolas Superiores (Conservatório)
21h30 Beatriz Nunes Quarteto (Museu)
23h30 Maria João Ogre (Museu)
23h45 Combo Escola Artística do Conservatório de Coimbra 2017 (Conservatório)
00h15 Jam Session (Conservatório)

Domingo, 25 Março
13h00 Formalização da Rede do Jazz Português (Salon Coeur de Fern)
15h30-17h40 Encontro Nacional de Escolas de Música (Conservatório)
17h00 João Paulo Esteves da Silva Trio (Museu)
18h00 Masterclass com Andy Sheppard (Conservatório)
18h30 André Fernandes’ Centauri (Museu)
21h00 Quinteto Ricardo Pinto (Conservatório)
22h30 Alexandre Coelho Quartet (Conservatório)
00h00 Prémios Encontro Nacional de Escolas (Conservatório)
00h30 Combo Escola Superior de Música de Lisboa 2017 (Conservatório)

Eixo do Jazz promove workshops para músicos

O Eixo do Jazz, Associação Luso-Galaica para Promoção do Jazz, vai promover um ciclo de workshops destinados a músicos, produtores, técnicos e outros profissionais ligados à música. Estas oficinas têm o objectivo de promover a formação em áreas complementares para o exercício da profissão.

Os workshops irão realiza-se aos domingos à tarde, sendo complementados com momentos musicais, criando sinergias e momentos de descontração entre os participantes. O primeiro workshop, com o título “Saúde/Fisioterapia: Prevenção de Lesões do Músico”, realiza-se no dia 11 de Março, às 18h00, orientado por Paulo Hadyk.  As inscrições deverão ser feitas através do email oeixodojazz@gmail.com.

Estão ainda previstas as seguintes oficinas:
– Crowdfunding e Patrocínio de Projectos Culturais – Suzana Costa (SFC Advogados)
– Agenciamento Musical – Olga Neves Carneiro (ONC)
– Contabilidade e Impostos – Amadeu Portilha (Seaga)
– Produção e Itinerância – Cristiana Morais (Produtora Cultural)
– Direito do trabalho – (A nomear)
– Direitos de Autor – (A nomear)
– Imagem e Comunicação – (A nomear)

Lx Jazz Sessions em Março

João Lencastre

Acaba de ser anunciada a programação das Lx Jazz Sessions para o mês de Março. O Rive Rouge vai continuar a acolher concertos de tons jazzísticos às quartas-feiras, promovendo quatro projectos nacionais: João Lencastre’s Communion (dia 7, apresentando o novo disco “Movements In Freedom”), Kika Santos (14), João Hasselberg & Pedro Branco (21) e João Barradas Trio (28). Após os concertos há sempre “dancefloor jazz”, com vários DJs.

Ao vivo: Diogo Duque “A Viagem de Laniakea”


[Fotografia: Jorge Carmona]

O trompetista e compositor Diogo Duque apresentou o seu novo projecto, “A Viagem de Laniakea”, ao vivo no Museu Nacional de Arte Antiga, no passado dia 27 de Fevereiro. Aqui fica a descrição do concerto nas palavras de Daniela Duarte.

“Diogo Duque prometeu e foi, de facto, a uma viagem sonora que nos conduziu na passada terça-feira no Auditório do Museu Nacional de Arte Antiga. Com partida a lembrar o mestre Baden Powell e o seu agridoce “Tristeza e solidão”, mostrou desde o início a forma sensível e intensa com que o trompete nos iria brindar durante todo o percurso e paisagens das suas novas criações. Assistiu-se a um belíssimo casamento entre o contrabaixo de Francisco Brito e a guitarra de Pedro Branco, interrompido pela criativa improvisação com que o jovem guitarrista já nos habituou, ao servir-se dos seus pedais para acrescentar uma outra dimensão cósmica às cordas. A percussão começou tímida a marcar passo e rapidamente, com a mestria de José Salgueiro, se tornou o motor de algumas das composições, com ritmos que lembram viagens a culturas remotas onde a música é tradição inerente à condição humana. Simultaneamente, foi-se assistindo à construção de uma narrativa visual conduzida pelas ilustrações de Valério Giovannini, lembrando sempre o importante papel da criação através das figuras femininas que iam sendo criadas e que de forma poética nos iam lembrando Deusas do Olimpo perdidas e encontradas num infinito cenário idílico de matéria interestelar. Ficaram em falta as palavras da não presente Ana Sofia Paiva, aguçando a vontade de voltar a um reencontro próximo, desta vez para uma Viagem de Laniakea mais rica e completa.”

Livro “As Serious As Your Life” reeditado

O livro “As Serious As Your Life: Black Music and The Free Jazz Revolution, 1957–1977”, da autoria de Val Wilmer, acaba de ser reeditado pela Serpent’s Tail.  O livro é já um clássico obrigatório para os fãs de jazz, com a fotógrafa e escritora Valerie Wilmer a documentar a cena free jazz através dos percursos musicais e pessoais de músicos como John Coltrane, Albert Ayler, Ornette Coleman e Sun Ra. Assinalado esta nova edição da “bíblia” do free, a revista Wire acaba de publicar um excerto do livro, que pode ser consultado aqui.