Há jazz em Leiria

Tomás Pimentel

Leiria vai acolher a terceira edição do Festival “OJL Jazz Sessions”, que se realiza no Teatro Miguel Franco entre os dias 12 a 15 de Julho. No dia 13 a Orquestra Jazz de Leiria apresenta-se ao vivo com o convidado Tomás Pimentel (21h30). No dia 14 actua o quinteto do trompetista Luís Cunha (21h30). A partir de dia 12 realiza-se também um workshop de big band, com orientação de César Cardoso, que termina com uma apresentação ao vivo no dia 15 (16h00).

Há Jazz no Parque Central da Maia

Susana Santos Silva [Fotografia: Márcia Lessa]

Vem aí mais uma edição do festival Jazz no Parque Central da Maia, que se realiza entre os dias 14 e 16 de Junho. Com programação Porta Jazz, serão apresentados seis concertos ao longo de três noites: Luís Lapa & Pé de Cabra (dia 14, 18h30), Ricardo Formoso (dia 14, 21h30), Susana Santos Silva Impermanence (15, 18h30), Espécie de Trio (15, 21h30), João Mortágua Axes (16, 18h30) e Alexandre Coelho Quarteto (16, 21h30). Todos os concertos têm entrada livre.

Jazz im Goethe-Garten: programa completo

Gorilla Mask

Já sabíamos as datas, agora conhecemos também o programa. A 14.ª edição do Jazz im Goethe-Garten realiza-se entre os dias 3 a 13 de Julho de 2018 e vai apresentar projectos que reflectem a vanguarda do jazz europeu, num total de seis concertos. Pelo jardim do Goethe vão passar Almeida/Amado/Franco, Chaosophy, Gabriele Mitelli O.N.G., Trio Heinz Herbet, Also (Katharina Ernst & Martin Siewert) e Gorilla Mask. Os concertos são sempre às 19h00 e a programação, como sempre, é da responsabilidade de Rui Neves. Aqui fica o programa completo.

3 Jul: Almeida/Amado/Franco (PT)
4 Jul: Chaosophy (ES)
5 Jul: Gabriele Mitelli O.N.G. (IT)
6 Jul: Trio Heinz Herbet (CH)
12 Jul: Also (AT)
13 Jul: Gorilla Mask (DE)

Afinal o EDPCoolJazz vai ter mesmo jazz

Diogo Duque [Fotografia: Vera Marmelo]

Ao longo da sua história o festival ​EDPCoolJazz tem ​​usado ​o ​nome “jazz” de forma enganadora, uma vez que ​a ​programação raramente faz jus ao título que ostenta. ​Este ano parece ter havido uma tentativa de aproximação, com várias propostas com ligação directa ou indirecta ao jazz (como ​Gregory Porter, Badbadnotgood, Elas e o Jazz​, ​ Salvador Sobral e Norah Jones), mas os nomes maiores do cartaz – David Byrne​ e Van Morrison​ – nada têm de jazz.

Agora o festival acaba de anunciar a participação de vários músicos nacionais de jazz, o que é uma boa notícia. Contudo, estes concertos estão remetidos para a zona de restauração (espaço “Cool Pick & Go”​, foodcourt do festival), com início às 20h00. Ou seja, sem a dignidade do palco principal, estas “Cascais Jazz Sessions” funcionam apenas como “bónus” para os espectadores que aparecem mais cedo. É pena que se tenha perdido mais esta oportunidade, porque o programa junta uma série de trios com músicos relevantes do panorama jazzístico nacional.

11 ​Jul: Jéssica Pina Trio (+ David Byrne + Sara Tavares)
17 Jul: Ricardo Marques Trio (+ Badbadnotgood + Dead Combo)
18 Jul: Elmano Coelho Trio (+ Salvador Sobral + Toty Sa Med)
20 Jul: Vasco Pimentel Trio (+ Gregory Porter + Elas e o Jazz)
26 Jul: Diogo Duque Trio (+ Jessie Ware + Jordan Rakei)
28 Jul: Off the Road (+ Van Morrison)
31 Jul: Jéssica Pina Trio (+ Norah Jones)

Avishai Cohen (o contrabaixista) em mini-tour nacional

O contrabaixista Avishai Cohen (não confundir com o trompetista homónimo) vai apresentar-se ao vivo em Portugal. No âmbito do ciclo Misty Fest, Cohen traz o seu trio para três espectáculos no mês de Novembro: dia 20 na Casa da Música (Porto), 21 no Convento de São Francisco (Coimbra) e 22 no Centro Cultural de Belém (Lisboa).

Aí está o Funchal Jazz 2018

Aproxima-se mais uma edição do Funchal Jazz e o programa acaba de ser apresentado. O festival madeirense realiza-se entre os dias 12 e 14 de Julho e terá como palco principal o Parque de Santa Catarina.  O grande destaque do programa é o Vijay Iyer Sextet, que irá apresentar o melhor disco de 2017, “Far From Over”. O festival vai ainda apresentar concertos de Ricardo Toscano Quarteto, trio Dave Holland / Zakir Hussain / Chris Potter, Jazzmeia Horn, Billy Hart Quartet feat. Joshua Redman e Jason Moran & The Bandwagon. Além dos concertos no Parque de Santa Catarina, há ainda jam sessions no Scat, com o André Santos / Ricardo Toscano Quinteto.

Jack DeJohnette leva quarteto Hudson a Amarante

O festival MIMO, em Amarante, vai apresentar ao vivo o quarteto Hudson, grupo all-star liderado pelo lendário Jack DeJohnette, que conta ainda comJohn Scofield, John Medeski e Scott Colley. O quarteto, que editou no ano passado o seu disco de estreia homónimo pela ECM, actua no dia 22 de Julho. Pelo festival vão ainda passar Goran Bregovic Wedding and Funeral Band, Shai Maestro Trio, Otto e Dead Combo, entre outros.

Mano a Mano em tour nacional

[Fotografia: Paulo Segadães]

O duo Mano a Mano, projecto que junta os irmãos guitarristas Bruno e André Santos, prepara-se para arrancar com uma digressão que vai apresentar concertos em várias localidades portuguesas. A tour arranca em meados de Maio e prolonga-se até final do ano, incluindo uma residência com o apoio d’O Eixo do Jazz. Numa declaração exclusiva, o guitarrista André Santos faz a apresentação da tour que aí vem.

“Queremos levar a nossa sala de estar aos mais diversos públicos e partilhar um pouco do das nossas histórias, influências e cumplicidade pessoal e musical. Vamos tocar o repertório do “Vol. 2″ e alguns mais antigos. Teremos uma residência artística logo no início da tour, com o apoio da Associação Luso-Galaica Eixo do Jazz, e daí poderão sair novidades para os restantes concertos. Estamos cada vez melhores. Mais maduros e a pensar cada vez mais a sério e a longo prazo no projecto. Aos poucos e poucos os nossos originais têm vindo ao de cima neste duo, que inicialmente surgiu apenas para tocarmos algumas canções (de outros) que gostávamos muito. Lá para o final de 2019 devemos gravar novo disco. Pode ser que tenhamos uns convidados. Vamos ver o que nos sugere a criatividade. Mas o que é certo é que os manos não vão parar! Vamos continuar até que nos escolham como um dos melhores discos de Jazz dos últimos 300 anos!”

Aqui fica a agenda completa de espectáculos.

Bruno Pernadas leva Sun Ra ao MAAT


Bruno Pernadas Ensemble [Fotografia: José Frade / EGEAC]

O compositor e guitarrista Bruno Pernadas vai apresentar ao vivo a sua interpretação da música de Sun Ra no MAAT, em Lisboa, no dia 20 de Maio (final da tarde). Este concerto está integrado no Festival Solar Lisboa, que se realiza entre os dias 17 e 20 de Maio nos museus da zona de Belém. Neste concerto Pernadas estará ao leme de um ensemble alargado que junta alguns nomes grandes do jazz nacional: Margarida Campelo, Antonio Vasconcelos Dias, João Mortágua, Francisco Andrade, André Murraças, Ricardo Formoso, Sergio Rodrigues, Pedro Pinto e João Rijo. Recorde-se que o ensemble de Pernadas participou no evento “100 Ra” no Teatro Maria Matos, em Outubro de 2014, celebrando o centenário de Sun Ra. Além deste concerto, o festival vai ainda apresentar actuações de Cachupa Psicadélica e JP Simões.

Playlist: Jazz português do século XXI

Aqui está uma playlist Spotify que junta alguns dos momentos mais memoráveis do jazz português do século XXI. Faltam muitos músicos e projectos (alguns por esquecimento, outros por não estarem disponíveis), algumas escolhas serão discutíveis, mas a playlist serve para relembrar ou dar a conhecer alguma da música mais bela e criativa feita em Portugal nos últimos vinte anos. Mais do que seguir determinada ordem (cronológica ou por género/estilo), fica a sugestão: ouvir de forma aleatória, a melhor forma de se perceber a diversidade do jazz que cá se faz.

Playlist criada a partir desta lista:
20 discos de jazz português do Século XXI