Trio MAU edita disco de estreia

O novo trio MAU – Miguel Ângelo Utopia – é um novo projeto liderado pelo contrabaixista Miguel Ângelo, autor dos discos Branco, A Vida de X e I think I’m going to eat dessert. Neste projecto o contrabaixista conta com a companhia de Miguel Moreira (guitarras) e Mário Costa (bateria) e este novo grupo vai agora editar o disco de estreia, Utopia (edição Carimbo Porta-Jazz). O trio vai assinalar esse lançamento com um concerto no dia 20 de novembro, às 21h30, no auditório da FEUP , no Porto.

O contrabaixista apresenta assim este novo projecto: “Segundo uma das várias definições da palavra forjada por Thomas More, “Utopia” é um sistema ou plano que parece irrealizável. “Fantasia, Quimera, Sonho” (in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa). Este é o pressuposto deste trio e deste disco, que cada tema escrito ou improvisado seja a expressão sincera e intencional de cada elemento e que, no seu somatório, produza a Utopia da coisa realizada!”

Apresentação do livro “Improvisando” no Hot Clube de Portugal

[Fotografia: Mónica Sousa]

O Hot Clube de Portugal acolheu a apresentação do livro Improvisando – a nova geração do jazz português, de Nuno Catarino e Márcia Lessa, no dia 13 de Novembro. A apresentação contou com a participação do jornalista Nuno Rogeiro e de Inês Cunha (Presidente HCP), tendo-se seguido uma actuação musical com alguns dos músicos participantes no livro.

O livro está disponível para venda na livraria Tigre de Papel (Rua de Arroios 25, em Lisboa) ou por encomenda, através do e-mail encomendas@tigrepapel.pt.

Fred Lonberg-Holm ao vivo na Appleton Garagem

[Fotografia: Heiko Purnhagen]

O violoncelista norte-americano Fred Lonberg-Holm vai apresentar-se ao vivo na recém inaugurada Appleton Garagem no dia 21 de Novembro. Figura central da cena de Chicago, tem colaborado com músicos como Joe McPhee, Ken Vandermark, Jim O’Rourke, Mats Gustafsson e Peter Brotzmann e em contextos ligados ao rock, colaborando com bandas como Wilco, God is My Co-Pilot, The Flying Luttenbachers e Smog. O concerto tem hora marcada para as 21h00.

Pablo Lapidusas a solo no Espelho d’Água

O pianista Pablo Lapidusas vai apresentar-se num concerto a solo no Espaço Espelho d’Água, em Lisboa, no dia 1 de Dezembro. Lapidusas irá interpretar repertório dos seus quatro discos e também antecipa temas do próximo álbum, “Umbigo”, gravação de piano solo com lançamento previsto para o próximo ano. O concerto terá início pelas 18h00.

Porto vai ter Clubedo em Dezembro​

Ohad Talmor

No mês de Dezembro realiza-se a segunda edição do Clubedo, a “romaria jazz” promovida pela Porta-Jazz que propõe reavivar o circuito de clubes e salas do Porto com jazz. Depois de uma primeira edição integrada no Festival Porta-Jazz em 2018, este ano o evento ganha autonomia e realiza-se entre os dias 6 a 14 de Dezembro. No Clubedo vão actuar Luís Lapa & Pé de Cabra, o Trio João, Puzzle, North Camels Large Ensemble, Wiz, Filipe Teixeira Trio “Tao”, Sexteto Mário Santos “Bloco A6”, Galip “Cale”, Aladdin Killers, Paula Sousa e Ohad Talmor Trio. Aqui fica o programa completo.

6 Dez, 21h30: Luís Lapa & Pé de Cabra (Mira Forum)
7 Dez, 19h00: Trio João (Sala Porta-Jazz)
7 Dez, 22h00: Puzzle (Sala Porta-Jazz)
8 Dez, 22h30: North Camels Large Ensemble (Hot Five Downtown)
9 Dez, 22h30: WIZ (Embaixada do Porto)
10 Dez, 22h00: Filipe Teixeira Trio (Café Concerto da ESMAE)
11 Dez, 22h30: Sexteto Mário Santos (Ferro Bar)
12 Dez, 22h30: Galip (Hot Five Uptown)
13 Dez, 22h30: Aladdin Killers (Passos Manuel)
14 Dez, 19h00: Paula Sousa (Sala Porta-Jazz)
14 Dez, 22h00: Ohad Talmor Trio (Sala Porta-Jazz)

S. João da Madeira acolhe Novembro Jazz

O município de S. João da Madeira vai acolher a segunda edição do festival Novembro Jazz, que se realiza entre os dias 8 e 29 de Novembro. A programação desafia aquilo que é a norma no panorama do jazz: o cartaz é constituído exclusivamente por mulheres. O festival arranca esta sexta-feira, 8 de Novembro, com Maria João & Ogre Trio; segue-se, a 15 de Novembro, a norte-americana Shirley King (filha de B.B. King); o grupo Elas e o Jazz (de Marta Hugon, Mariana Norton e Joana Machado), actua a 22 de Novembro; e o festival fecha no dia 29 de Novembro com a cantora portuguesa Jacinta. Os bilhetes estão à venda na Casa da Criatividade, Paços da Cultura, Torre da Oliva e em casadacriatividade.bol.pt.

Martín Sued ao vivo no Clube Ferroviário

Depois de ter passado recentemente pelo Outono em Jazz da Casa da Música e pelo Círculo de Jazz de Setúbal, o argentino Martín Sued vai agora apresentar-se ao vivo no Clube Ferroviário, em Lisboa, no dia 22 de Dezembro. Sued traz na bagagem o seu disco Iralidad, um solo de bandoneon que parte da música popular argentina para explorar novos territórios musicais.

TBA acolhe criação de Adriana Sá, Ricardo Jacinto e Yaw Tembe

O novo TBA – Teatro do Bairro Alto, em Lisboa – vai apresentar uma criação exclusiva de Adriana Sá, Ricardo Jacinto e Yaw Tembe. O TBA faz o convite a Adriana Sá, que juntou Ricardo Jacinto e Yaw Tembe para criar o espectáculo Coral Furtivo. Este concerto será apresentado numa data única, no dia 21 de novembro. Os bilhetes têm o preço de 12€ e os menores de 25 anos pagam 5€. Aqui fica o texto de apresentação deste  Coral Furtivo. 

“Os três [Adriana Sá, Ricardo Jacinto e Yaw Tembe] partilham vontades e inquietações que se refletem nos modos como trabalham o som e o espaço e, além disso, combinam a atividade sonoro-musical com a investigação e as artes visuais. São músicos e exploradoras, performers e pensadoras que conseguem gerir afinidades para chegarem aos lugares que os esperam para oferecer o inesperado. Adriana, Ricardo e Yaw apresentam uma performance musical com instrumentos inventados, cuja dramaturgia resulta das relações que se estabeleceram ao longo de um ano de encontros, ensaios e reflexões.”

Apresentação do livro: Improvisando – a nova geração do jazz português”

No século XXI e, particularmente, nesta década de 2010, testemunhámos o surgimento de uma novíssima geração de jovens músicos que propõem novas ideias e novos caminhos para o jazz. O livro “Improvisando – a nova geração do jazz português“, de Nuno Catarino (crítico de jazz) e Márcia Lessa (fotógrafa), reúne entrevistas a catorze músicos que são representantes desta nova vaga: Ricardo Toscano, João Hasselberg, André Santos, Rita Maria, Desidério Lázaro, Pedro Branco, João Barradas, Gabriel Ferrandini, Sara Serpa, Luís Figueiredo, César Cardoso, Susana Santos Silva, João Mortágua e Pedro Melo Alves. O livro tem edição do Hot Clube de Portugal e é complementado com uma lista de discos essenciais de jazz português do século XXI, uma seleção de pistas de audição para quem queira descobrir ou conhecer melhor o jazz e as músicas improvisadas que se fazem em Portugal.

O Hot Clube de Portugal vai acolher a apresentação do livro, no dia 13 de Novembro às 22h30. A sessão de apresentação vai contar com Nuno Rogeiro, seguindo-se momentos musicais com alguns dos músicos participantes no livro: Ricardo Toscano, João Hasselberg, André Santos, Rita Maria, Desidério Lázaro, Pedro Branco, Gabriel Ferrandini, César Cardoso e Pedro Melo Alves.

O livro estará disponível para venda a partir de dia 13 de Novembro na livraria Tigre de Papel (Rua de Arroios, 25, nos Anjos, em Lisboa) ou por encomenda, através do e-mail encomendas@tigrepapel.pt.