Jazz de regresso a Seia


Fred Lonberg-Holm

Aproxima-se mais uma edição do Festival Seia Jazz & Blues, que se realiza entre os dias 18 e 24 de Março, numa iniciativa do Município de Seia em parceria da Escola Profissional da Serra da Estrela, o Conservatório de Música de Seia e o Festiva DME – Dias da Música Eletroacústica. O festival vai apresentar concertos de Budda Power Blues, Elas e o Jazz, Voro Garcia e o trio Ernesto Rodrigues / Fred Lonberg-Holm / Rodrigo Pinheiro, entre outros. Mais informações na página do festival.

Culturgest anuncia Vijay Iyer & Craig Taborn e The Necks

Vijay Iyer & Craig Taborn

A Culturgest acaba de anunciar a programação musical até Maio. No âmbito do jazz destacam-se dois concertos de projectos internacionais: o duo americano Vijay Iyer & Craig Taborn (a 19 de Março) e os australianos The Necks (a 16 de Maio). Iyer e Taborn vão apresentar o espectáculo “The Transitory Poems”, extraordinário duo de piano contemporâneo, que será editado em disco em Março (via ECM Records). Os The Necks, trio de Tony Buck, Chris Abrahams e Lloyd Swanton, continuam a ser uma das bandas mais originais a trabalhar a partir de uma matriz jazz e editaram no ano passado o soberbo disco “Body“. O programa inclui ainda  o espectáculo “Agora Muda Tudo”, projecto de Nuno Côrte-Real com a participação da cantora Maria João e do Ensemble Darcos (a 28 de Março).

São Luiz anuncia Festival de Jazz de Lisboa

John Hollenbeck [Fotografia: Scott Friedlander]

O Teatro São Luiz vai promover o novo Festival de Jazz de Lisboa e acaba de anunciar a programação do festival, que se realiza entre os dias 27 e 31 de Março de 2019. Organizado em parceria com o Hot Clube de Portugal, o festival vai apresentar concertos de Orquestra Jazz do Hot Clube de Portugal (com o convidado John Hollenbeck), Sexteto Bernardo Moreira, João Barradas’ Portrait (com o convidado Mark Turner), Filipe Raposo (a apresentar “ØCRE”), Coreto, Big Band Júnior com Inês Laginha, Jeff Williams’ Lifelike e João Lencastre’s Communion. Os concertos têm lugar na Sala Luís Miguel Cintra, com excepção do concerto da Big Band Júnior que se realiza na Sala Bernardo Sassetti. Aqui fica o programa completo do festival.

27 Mar, 21h00: Orquestra Jazz do Hot Clube de Portugal convida John Hollenbeck
28 Mar, 21h00: Sexteto Bernardo Moreira “Entre Paredes”
28 Mar, 22h30: João Barradas’ Portrait c/ Mark Turner
29 Mar, 21h00: Filipe Raposo ØCRE
29 Mar, 22h30: Coreto
30 Mar, 16h00: Big Band Júnior com Inês Laginha
30 Mar, 21h00: Jeff Williams’ Lifelike
30 Mar, 22h30: João Lencastre’s Communion
31 Mar, 16h00: Workshop Jazz Band c/ direção de Greg Cohen

Vem aí o novo grupo RAN

Três figuras do jazz nacional juntaram-se para um novo projecto musical. João Rijo (na bateria), Hugo Antunes (no baixo eléctrico) e Daniel Neto (guitarra eléctrica) vão apresentar um novo trio chamado RAN (de Rijo/Antunes/Neto). O grupo apresenta-se ao vivo no dia 8 de Março, no Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Lisboa (Telheiras). O novo grupo apresenta-se assim: “Três músicos com o jazz, rock e outras linguagens musicais em afinidade comum reúnem-se para tocar música original. O trio liberta-se de fórmulas ortodoxas de composição mergulhando em algo que não só desafia a lógica mainstream como também coloca em perspectiva as fronteiras linguísticas da música actual.”

Jacinta apresenta novo disco e novo livro

A cantora Jacinta acaba de anunciar um duplo lançamento: vai lançar um novo disco e, em simultâneo, apresenta também um novo livro. O disco chama-se “Semhora” e trata-se de uma gravação em duo, de voz e baixo eléctrico; o livro tem por título “Práticas Performativas no Jazz Vocal – uma auto-etnografia críticoanalítica”. A cantora vê estes dois trabalhos interligados: “O disco e o livro completam-se e não se podem dissociar dada a ligação teórica e temporal que levaram a cantora a gravar determinadas canções, num determinado contexto e com um formato específico. O mesmo se pode dizer do livro, uma vez que foi sendo criado em simultâneo.” A sessão de apresentação terá lugar no dia 23 de Fevereiro, às 18h30, em Aveiro (Hotel Moliceiro).

Disco: “BRUMA Project”

BRUMA Project
“BRUMA Project”
(Edição de autor, 2018)

Nascida no Porto, a cantora Sara Miguel mudou-se em 2014 para os Açores (Ilha Terceira). Licenciada em Canto Jazz na ESMAE, lançou em 2012 o seu disco de estreia, “Monção”. Lidera o seu quarteto e integra a banda Peanut Butter Jelly. Nos últimos anos tem colaborado com a Orquestra Angrajazz, que se apresenta regularmente no festival de jazz de Angra do Heroísmo. Neste projecto BRUMA a cantora propõe uma revisitação jazzística de temas açorianos – um pouco à semelhança do que acontece no projecto do guitarrista André Santos, que por sua vez propõe a revisitação contemporânea do património música tradicional de outro arquipélago português do Atlântico: MUTRAMA – Música Tradicional Madeirense Revisitada. Além de temas tradicionais, encontramos aqui reinterpretações de temas de Zeca Medeiros, Luís Alberto Bettencourt, Bruno Walter Ferreira e Aníbal Raposo. O eixo central deste disco acaba por ser a música de Zeca Medeiros, que aqui vê quatro temas seus transformados. O autor da obra-prima “Cinefilias e Outras Incertezas” (1999) vê aqui homenageado o seu trabalho, que já faz parte do imaginário e da cultura açoriana contemporânea. (…)

Texto completo no site Bodyspace:
http://bodyspace.net/discos/3375-bruma-project/

Marc Copland Trio vai ao Amadora Jazz

Aproxima-se mais uma edição do ciclo Amadora Jazz, que este ano chega à 9ª edição e se realiza entre os dias 7 e 9 de Março. O grande destaque do programa será o Marc Copland Trio, com Drew Gress e Joey Baron. Novamente co-organizado pela C.M. Amadora com o Jazz ao Centro Clube, iofestival vai apresentar um total de quatro concertos, três espectáculos nos Recreios da Amadora e um concerto no Cineteatro D. João.

No dia 7 os Recreios da Amadora acolhem o trio TGB, projecto de Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão, que acaba de editar o disco “III” (Clean Feed); no dia 8, sexta, a big band LUME – Lisbon Underground Music Ensemble actua nos Recreios da Amadora; no sábado, dia 9, a banda GeraJazz actua no Cineteatro D. João V, às 17h00. O festival encerra com o concerto do Marc Copland Trio, no dia 9 às 21h30.

Disco: “Ricardo Toscano Quartet” de Ricardo Toscano

Ricardo Toscano
“Ricardo Toscano Quartet”
(Clean Feed, 2018)

A espera foi longa. O saxofonista Ricardo Toscano surgiu muito jovem, começou por se fazer notar na Festa do Jazz, ainda adolescente, e rapidamente passou a ser convidado para tocar com muitos músicos portugueses. Desde então alimentou um enorme currículo de colaborações e continuou a estudar. Afirmou-se como saxofonista e notável improvisador, com solos enérgicos e memoráveis. Não teve pressa em editar o seu disco de estreia. Muitos discos são editados quando os músicos estão ainda numa fase prematura, por vezes estão ainda numa fase de evolução técnica, muitas vezes ainda não têm ideias bem definidas. Os discos aparecem pela necessidade de mostrar algo. Toscano não teve pressa, trabalhou com calma. E ainda bem que o fez. (…)

Ricardo Toscano já era um fenómeno de popularidade no actual panorama do jazz português do século XXI. Já era reconhecido, entre pares e junto do público, como instrumentista notável, os seus concertos estavam cheios, esgotavam, os seus solos eram aplaudidos de pé. Agora, com a edição deste disco, Toscano confirma-se como músico completo, compositor e líder de um quarteto superlativo. Este disco, belíssimo, fica para a história do jazz português. (…)

Texto completo no site Bodyspace:
http://bodyspace.net/discos/3374-ricardo-toscano-quartet/

Peter Evans e Rafael Toral no Irreal


Peter Evans [Fotografia: Dawid Laskowski]

Na próxima quarta-feira, dia 13 de Fevereiro, o bar Irreal, em Lisboa, promove uma sessão especial com dois concertos. Às 19h30 actua um trio que junta Peter Evans (trompete), Ryan Muncy (saxofone) e Gabriel Ferrandini (bateria e percussão). Estes músicos vão apresentar-se em vários formatos: solos, duos e trio. Depois segue-se um concerto de Rafael Toral (electrónica), acompanhado por Nuno Torres (saxofone alto) e Nuno Morão (bateria).

Bernardo Moreira celebra Carlos Paredes na Fundação Saramago

[Fotografia: Márcia Lessa]

O Sexteto de Bernardo Moreira vai celebrar o 94º aniversário do nascimento do guitarrista Carlos Paredes com um concerto especial na Fundação José Saramago. O concerto terá lugar no dia 16 de Fevereiro, sábado, às 18h30. Neste concerto Moreira estará acompanhado por João Mortágua (saxofones alto e soprano), Tomás Marques (saxofones alto e soprano), Ricardo J. Dias (piano), Mário Delgado (guitarra eléctrica) e Joel Silva (bateria).

O contrabaixista apresenta assim o concerto: “Falar de Carlos Paredes é, para mim, muito mais do que falar de um músico genial, é falar de alguém que teve um impacto enorme no meu percurso enquanto músico. A descoberta da sua obra levou-me, há 15 anos atrás, a editar um disco ao qual chamei “Ao Paredes Confesso”, onde me propus dialogar com ele, através de algumas das suas maravilhosas e eternas melodias. Passados estes anos, percebo o efeito que tudo isto teve em mim, levando-me a explorar universos que eu pensava estarem tão distantes do meu mas que, na verdade, se tocam formando, na realidade, um só. Senti uma vontade inesperada de celebrar tantas viagens entre o Jazz, o Fado, a Canção e o Fado de Coimbra e talvez por tudo isto me sinta Entre Paredes. No próximo dia 16 de fevereiro, Carlos Paredes faria 94 anos e eu não poderia deixar escapar a oportunidade, aproveitando o caloroso convite da Fundação Saramago, para celebrar, de viva voz, uma data tão especial. Este novo concerto traz muitas novidades na escolha do repertório, indo ao encontro de algumas peças menos conhecidas, mas não menos interessantes de Carlos Paredes e sobretudo na mudança da instrumentação, diria eu quase tricéfala (sax alto/soprano, piano/guitarra, contrabaixo/bateria), criando uma sonoridade muito diferente da anterior.”

Os bilhetes têm o preço único de 5€ e estão disponíveis na Fundação José Saramago (Casa dos Bicos); reservas através do e-mail: secretaria@josesaramago.org.